Guia do Marketing Imobiliário Digital

Se você busca inovar e aumentar as estratégias do seu negócio por meio do marketing imobiliário digital, este guia é para você. Confira!

A tecnologia está evoluindo tão rápido que, se pudéssemos contar aos cientistas e escritores do passado todas as coisas que os nossos celulares podem fazer, nos diriam provavelmente que estamos loucos. É apenas natural que o mercado, mesmo em seus nichos mais tradicionais, precise se adaptar a este novo tempo.

Em todas as áreas, novas maneiras de se conectar com o público e conquistar clientes são necessárias para se manter atual e relevante. E o marketing imobiliário digital não foge à regra.

Se por um lado há potencial infinito para inovar e crescer, por outro pode ser complicado estar a par do que há de novo. Resistir à mudança e se ater a fórmulas com décadas de existência pode parecer um caminho mais seguro.

A verdade, entretanto, é que parar no tempo é uma receita para a obsolescência.

É por isso que a Aqua preparou este guia. A seguir, vamos contar as vantagens que o marketing imobiliário digital traz para o mercado, e como você pode começar a tirar proveito delas. Acompanhe!

Qual a importância do marketing imobiliário digital

Essa estratégia possibilita o aumento da relevância online, fortalecendo o seu crescimento no ambiente digital. Segundo pesquisas recentes, 69% das buscas de imóveis são feitas por meio de dispositivos móveis, com a grande maioria das pessoas procurando sua primeira moradia própria pela internet.

Um ponto muito importante sobre o marketing imobiliário é que ele não precisa ser destinado apenas ao consumidor final. Ou seja, não são apenas as corretoras e imobiliárias que se aproveitarão dessa estratégia, já que incorporadoras e construtoras também poderão alavancar seus negócios por meio dela.

Confira, a seguir, alguns aspectos que mostram a importância do marketing imobiliário.

Estimula uma melhoria econômica

Não é novidade que quando há uma crise financeira no país, um dos maiores impactos acaba ocorrendo na indústria imobiliária, que já é saturada por natureza. Muitas vezes isso faz com que o consumidor opte pela escolha mais barata ao invés daquela que faz mais sentido.

Ao investir em uma estratégia de marketing imobiliário, sua empresa terá a oportunidade de educar o mercado a respeito da importância do seu produto/serviço, o que faz com que o mercado continue fluindo, estimulando também uma melhoria na economia do país.

Se adapta aos novos perfis de consumo

A geração millennial, composta por jovens nascidos entre 1981 e 1995, tem um perfil de consumo muito diferente das gerações anteriores. Com muito mais interesse em ter experiências do que em possuir bens, essas pessoas, muitas vezes, preferem viver de aluguel ao comprar um imóvel.

Por conta disso, o mercado passou a se adaptar para atender esse perfil bem diferente: passaram a existir aluguéis por assinatura e por temporada. Tudo isso para suprir, principalmente, o chamado "nomadismo digital", que consiste em uma pessoa que viaja sem raízes realizando seu trabalho de forma remota.

Destaca-se em meio à competitividade do setor

Campanhas de marketing imobiliário podem colocar sua empresa à frente de seus concorrentes em buscas online, além de destacar sua marca como autoridade no mercado em momentos oportunos, uma vez que existe a possibilidade de efetuar campanhas de curto a longo prazo.

Se a sua empresa produzir conteúdo, por exemplo, ela poderá se tornar uma referência em temas relacionados ao universo imobiliário, fazendo com que mais pessoas sintam confiança do que é dito, criando um vínculo com a marca que, com certeza, ajudará a fechar negócios no futuro.

Vantagens dos meios digitais

1. Custos

São poucas as empresas que dispõem dos recursos para bancar anúncios em televisão, rádio e impressos em revistas. As mídias tradicionais se valorizam na escassez, em uma estrutura que torna o seu acesso sempre restrito e, portanto, muito caro.

Revistas, rádio e televisão são meios de comunicação de massa. Eles permitem que sua empresa se comunique com milhões de pessoas de uma vez, e isso é muito bom, mas talvez não seja o mais adequado para sua empresa e para marketing imobiliário.

Sua verba está curta? É possível fazer uma campanha digital com baixo custo. Algumas ações podem até sair de graça, principalmente as que forem mais criativas.

Os custos são elevados e há menos eficiência, pois nem toda a audiência é adequada para seu lançamento. Invertendo essa lógica, as mídias digitais permitem segmentar o público a ser impactado pelas mensagens. Isto significa que pessoas diferentes visualizarão anúncios distintos, selecionados automaticamente de acordo com o seu perfil, localização e hábitos de consumo.

2. Fácil implantação

Na publicidade tradicional, o processo de comunicação tem várias etapas e organizações intermediárias: produtora de vídeo, agências de comunicação, bureaus de mídia, emissoras e gráficas, por exemplo.

Para o marketing imobiliário digital, você até pode contar com a ajuda de algumas empresas para produzir conteúdo ou configurar sua publicidade, mas a simplicidade atual é tão grande que muitas campanhas são feitas sem intermediários.

Anúncios nos sites de busca e nas redes sociais são um bom exemplo. Uma propaganda simples pode ser criada em minutos. A parte mais complexa, que inclui os sistemas de gestão e uma grande rede conectada de pessoas, já está pronta. Basta que você escolha sua mensagem, defina o público-alvo e o quanto deseja investir.

De maneira semelhante, outras ferramentas extremamente sofisticadas, como distribuição de vídeos, pesquisas de mercado, edição de imagem e muitas outras, são fáceis de usar, mesmo que apoiadas em tecnologia sofisticada, levando às pequenas e médias empresas possibilidades disponíveis para poucos negócios até algum tempo atrás, que podiam pagar por tudo isso.

3. Capacidade de medir resultados

Uma característica proporcionada pela tecnologia é que diversos detalhes de um plano de marketing imobiliário digital podem ser medidos e avaliados em tempo real. Não é fácil contar quantas pessoas viram um outdoor, ou quantas ligações um panfleto gerou para o setor de vendas.

Entretanto, a taxa de abertura de um e-mail ou a quantidade de cliques em uma chamada são computadas e mostradas em um painel imediatamente. Números como o tempo de permanência de um leitor no site ou mesmo a distribuição da atenção do público em uma página são acompanhados de perto, e ajudam a mostrar se há problemas na definição ou execução da estratégia. O que nos leva ao próximo ponto.

4. Possibilidade de ajustes

Um dos benefícios relacionados à capacidade de mensuração do marketing digital é que, se perceber que algo não está adequado, você pode mudar. No marketing imobiliário digital, muitas vezes é possível fazer ajustes instantaneamente e corrigir o andamento da ação.

Achou algo errado? Faça uma correção. Não sabe se está certo ou errado? Faça um teste com as duas opções. Achou uma estratégia que está dando certo? Invista mais nela e veja se consegue acelerar os resultados.

Mesmo durante o andamento da campanha, diversas variações das suas peças podem ser testadas e medidas, privilegiando aquelas que têm maior sucesso. Os benefícios de tudo isso? Muito mais resultados, com custo menor e menos horas de trabalho investidas.

Marketing imobiliário digital passo a passo

O marketing imobiliário digital possui uma sequência bastante parecida com as ações tradicionais. Mas, as principais diferenças são a agilidade nos processos e a diminuição dos riscos.

Os passos são:

Passos do Marketing Imobiliário

Passo 1: entenda seu produto

É necessário entender a fundo as características dos imóveis que estamos divulgando. Quais são os defeitos e as qualidades? Quais argumentos fariam você comprar esse imóvel? O valor está acima da média de mercado? Procure entender o bairro e a cidade, pois localização é a característica mais importante de um empreendimento.

As pessoas compram mais que imóveis, compram histórias, estilos de vida, sonhos para o futuro e manifestações de sua própria personalidade. Entender isso é fundamental para se conectar com o público desejado e encantá-lo com suas ofertas. E por falar em público...

Passo 2: entenda o mercado

Não existe uma fórmula mágica que se conecte com todas as pessoas. Cada nicho de mercado é formado por públicos de interesses e histórias de vida completamente diferentes!

O foco não deve estar nas diferenças, mas nos pontos comuns. Quais as tendências e desejos desse público? Quais as diferenças entre as pessoas que compram apartamentos de 3 ou 4 quartos? Como são os compradores de coberturas, lofts e sítios?

Dica: a maior parte dos compradores busca imóveis na região em que já mora ou trabalha. As pessoas desejam o que já conhecem.

Passo 3: Foco na estratégia

Entendidos o público e o mercado, é hora de trazer o foco para a área que sobrepõe esses dois: a estratégia!

Quais são os canais mais eficientes para se comunicar com o seu público? Em que horários? Suas mensagens transmitem o valor dos imóveis de forma clara? Quais são os atributos que precisam ser destacados? Qual linguagem é familiar a essas pessoas?

Dica: às vezes, a estratégia é ter mais de uma estratégia. Lembre-se que as pessoas compram imóveis por motivos diferentes.

Para cada par de público x produto, essas respostas mudam. Por isso, aceite que a definição estratégica no marketing imobiliário moderno não consiste em ter todas as respostas desde o início, mas empreender a busca por elas em todos os momentos.

Passo 4: Execução

Hora de tirar todo o trabalho do papel e colocá-lo em prática. Uma vez definidas todas as ações, programe-se para executar todos os passos de forma sistemática. Organização e planejamento são a chave para garantir que todas as definições estão sendo seguidas à risca, e que haverá tempo suficiente para verificar tudo antes de fazer novos investimentos.

Quando é necessária sincronia entre ações tradicionais (como apartamento decorado, stands, feiras e pontos de venda) e as digitais, centralize os prazos nas mídias tradicionais.


Atrasos de fornecedores, obras, entregas de material impresso e outras dependências são mais difíceis de prever e controlar, enquanto a parte digital pode ser iniciada com mais controle.

Tela interativa em feirão imobiliário
Tela interativa em feirão imobiliário.

Passo 5: Acompanhamento e ajuste

Com as ações a pleno vapor, a palavra-chave para os profissionais de marketing imobiliário é “rotina”. Montar um calendário de acompanhamento, mensuração e análise de frequência adequada é indispensável.

Quando as pessoas chegam ao estande ou ligam à procura de informações, descubra como elas ficaram sabendo sobre o empreendimento. Acompanhe a opinião dos corretores e procure saber quais argumentos são mais eficientes para convencer os clientes — preço, localização, facilidade de financiamento, área de lazer.

Adapte sua campanha de acordo com o que aprender, destine mais verba para os canais mais eficientes e modifique as mensagens para se adequar aos desejos do seu público. Se não houver processo evolutivo, sua campanha vai desperdiçar uma grande oportunidade de lucro e de aprendizado.


Dica: acompanhe os resultados mais de perto no começo dos trabalhos e depois de grandes alterações. Não espere o fim dos trabalhos para se mexer.


Ações de marketing imobiliário digital que todo empreendimento precisa

O processo de marketing imobiliário digital tem quatro etapas principais. O marketing digital ajuda a chegar às vendas em menos tempo e com mais eficiência. O gráfico abaixo demonstra uma visão simplificada do processo.

Atenção, interesse, proposta, venda

Publicidade online

Sua primeira tarefa é chamar a atenção das pessoas para seu empreendimento. No marketing imobiliário digital, a principal ferramenta para essa tarefa é a publicidade online. Como a maioria das pessoas acessa a internet regularmente, você tem uma maneira eficiente de chegar ao seu público, qualquer que seja ele.

Anunciar no Google é certamente a opção mais comum. Suas mensagens aparecem nas páginas de resultados de busca, além de uma rede imensa de sites parceiros, chamada Rede Display.

O Google não é a única opção. Há também outros sites de busca, como Yahoo, e as redes sociais, como Instagram e Facebook. Talvez até o Linkedin, se seu público é empresarial. Uma coisa é certa: há dezenas de opções para você. Pesquise e escolha uma ou mais redes de publicidade adequadas para sua campanha.

Dica: muitas campanhas de marketing digital se concentram apenas em publicidade online. Lembre-se que essa ferramenta serve apenas como uma alternativa de primeiro passo na conquista de seus clientes.

Páginas e perfis nas redes sociais

Páginas e perfis nas redes sociais não servem apenas para veicular publicidade. Eles também são muito importantes para interagir com o seu público. É possível receber comentários, sugestões e dúvidas do público, respondendo-os diretamente na sua página. Essa é uma forma cada vez mais popular de relacionamento, batizada de SAC 2.0.

É necessário cuidado na escolha da linguagem e agilidade nas interações. Por isso, pode ser uma boa ideia designar um responsável pela mediação e resposta das mensagens, garantindo uma boa experiência aos seus consumidores e seguidores.

Um erro comum é simplesmente criar um perfil nas redes, sem usá-lo para nada. Por favor, não faça isso! As maiores histórias de sucesso em redes sociais são de empresas que souberam dar vida a seus perfis, com atualizações frequentes e conteúdo relevante.

Site da sua empresa ou do empreendimento

Possuir uma página na internet hoje é um requisito para ser reconhecido. As pessoas buscam na internet as informações de que precisam, e cada vez mais verificam a reputação das empresas com quem fazer negócios antes de fechar qualquer compra.

O site do seu empreendimento pode ser um catálogo online, um diretório com vários imóveis e obras, ou apenas um “cartão virtual” com seu nome, endereço e formas de contato. Seja qual for o formato, é importante fazer uma apresentação clara e entregar as informações que seu público precisa de forma descomplicada.

Soluções para smartphones

Atualmente, a principal forma de acesso às informações é pela tela de um celular. Certamente acontece com você também. E-mails, redes sociais, WhatsApp e sites diversos trazem todos os dias conteúdo no seu celular. Confira como seu site fica em smartphones.

Se seu site fica com layout comprometido em um determinado modelo ou depende de tecnologias específicas, já passou da hora de fazer uma mudança. Isso afeta também seu ranking no buscador, já que as últimas atualizações de algoritmo priorizam aqueles sites desenvolvidos no formato mobile-first. Desenvolva aplicativos específicos para Android e iOS, se isso for adequado para sua campanha.

Geralmente o custo é elevado, então, antes de qualquer decisão, faça uma análise de custos e benefícios. Essa solução faz mais sentido quando seu aplicativo tem recursos que seu site não teria.

CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes)

O processo de vendas é a construção de um relacionamento. Para que a equipe de vendas possa manter e aprofundar seu contato com os possíveis clientes, o primeiro passo é ter os dados dessas pessoas.

No relacionamento online ou presencial, consiga o máximo de informações. Faça perguntas e anote tudo. Nome, estado civil, se tem filhos, tem interesse em um imóvel com quantos quartos, quer financiar ou pagar à vista, prefere qual bairro, seu e-mail e seu telefone, por que escolheu nossa empresa...

Manter uma lista atualizada é essencial, pois evita que você comece da estaca zero ao fazer uma ação de marketing. Com esses dados, você pode tomar diversas ações para ser sempre lembrado. Use esse banco de dados a seu favor. Saiba quando insistir — e também quando desistir de um contato.

Dica: há diversas soluções de CRM (sistemas de gestão de relacionamentos com clientes) no mercado, das mais simples às mais completas. Pesquise bem para fazer um bom investimento.

Conexão online e offline com os leads

Neste exato momento, há milhões de pessoas interessadas na compra de um imóvel. Nem todas sabem que sua empresa está com um empreendimento. Como contar para elas que você tem uma oferta sob medida para as necessidades deles?

Sabemos que os meios tradicionais não são adequados, pois, os custos seriam muito altos. O caminho é pelo mundo digital, preferencialmente com o máximo de assertividade. Se você quer vender apartamentos de alto luxo, por exemplo, deve falar com um público de classe A.

Um caminho é a produção de conteúdos relevantes que auxiliem na geração de leads. Redes sociais, blog e portais imobiliários podem ser um caminho para sua empresa, assim como parceiros locais em sua cidade.

Tendo acesso aos leads que se cadastraram de forma consensual em sua base, mande e-mails, SMS e mensagens no WhatsApp. Descubra mais informações sobre cada lead. Crie uma conexão saudável e verdadeira, com estratégias humanizadas utilizando automação de marketing. Lembre-se de assinar com o contato de uma pessoal real, que poderá ajudar o potencial cliente em sua jornada em caso de dúvidas.


Outra opção para a captação de leads é a inserção de totens e outras ferramentas para a coleta de dados em seus PDVs. Fazendo isso, você garante que as pessoas interessadas levantem a mão para receber a sua comunicação, uma ótima oportunidade para que um público já qualificado se eduque a respeito dos seus produtos e serviços.

Tecnologia digital para estande de vendas e showrooms

O marketing imobiliário é um dos mais inovadores. Sempre em busca de estratégias para atrair a atenção e se destacar em meio a milhares de lançamentos, construtoras e agências usam as novidades tecnológicas para conquistar a atenção de muitos visitantes para seus estandes de vendas. Foi assim com maquetes no passado, mas agora é com tablets, painéis de LCD, realidade aumentada, óculos de realidade virtual e simuladores.

Qualquer que seja a tecnologia, é importante que exista um alinhamento entre forma e conteúdo. Você só quer chamar atenção ou quer se aproximar e vender? Ofereça os melhores recursos para explicar seu empreendimento e diferenciá-lo.

Tecnologia touchscreen

Das inovações de tecnologia digital, certamente o touchscreen é a mais popular. Presente em bilhões de equipamentos, sua utilização é bem intuitiva. Basta tocar com os dedos e o resultado salta aos olhos.

Telas de grande formato, equipadas com tecnologia multitoque e experiências especialmente projetadas no software, são uma das melhores maneiras de envolver o visitante. Em feiras e eventos, é ainda uma maneira eficiente de se destacar da concorrência e chamar a atenção para o seu estande ou showroom imobiliário.


Por isso, para não errar, use touchscreen em seus estandes de vendas. Com soluções como Showcase Imóveis, você poderá apresentar todas as informações sobre seus empreendimentos.


Conclusão

O mercado mudou e continua evoluindo a passos cada vez mais largos. Não basta hoje levar anúncios e propaganda para conquistar o público. É necessário envolvê-lo em experiências ricas e memoráveis.

A tecnologia se mostra uma aliada fundamental para isto. Desde a presença online, até a comunicação por e-mail e chegando até o ponto de venda e interação pessoal, ela permite contatos mais pessoais, personalizados e — quem diria — humano!

A Aqua está pronta para ajudar os seus clientes a obterem sucesso neste mundo novo, com know-how tecnológico e de mercado para criar experiências únicas através das telas interativas de grande formato.

Leia também

Seja cliente Aqua

Faça como algumas das maiores empresas do Brasil. Use soluções da Aqua para inovar, reduzir custos, atender melhor e vender mais.